X

PUBLICAÇÃO

15 de Outubro: Dia dos Professores!

Publicada em: 07/10/2015 | Pastoral Universitária FAHOR

A vida dos educadores e das educadoras é composta por inúmeros desafios, possibilidades, encontros e desencontros. Nas sociedades contemporâneas, a missão dos profissionais da educação ultrapassa definições simplistas. Tal missão é composta de zelo, empenho e flexibilidade.

É preciso conviver com um perfil distinto de alunos, uma pluralidade de identidades, tendências que mudam rapidamente, a velocidade das informações em sociedades midiatizadas. É preciso autoridade para guiar os jovens deslumbrados pela ótica do relativismo, resguardar a disciplina e assegurar o progresso dos valores humanos. É preciso paciência para lidar com críticas pouco construtivas. Mais do que tudo isso, é preciso AMOR para tornar esta profissão (missão) uma verdadeira fonte de realizações.

Sinceramente, acredito que há professores e professoras porque ainda há amores: pessoas apaixonadas pelo ensino, pelo trabalho com crianças, jovens e adultos. Quando acabar a paixão que habita dentro de cada pessoa, o mais nobre diploma significará apenas como um mecanismo de renda. E "mecanismos" tendem a falhar por falta de sentimentos. Parabéns pela PAIXÃO de ENSINAR. Diante das dificuldades o amor continua latente, impulsionando sonhos e resgatando esperanças.

Alunos e Alunas, compartilho um pedido: ninguém constrói nada sozinho e sem passar pelo processo de aprendizagem compartilhado por um professor, por uma professora. Os ídolos que vocês mais admiram obtiveram sucesso na convivência com pessoas iluminadas pelo DOM DO ENSINO. A cada aprendizado, a cada descoberta, a cada conquista, as marcas da educação estão presentes. Valorizar aqueles e aquelas que dedicam seu tempo para o progresso educacional é, igualmente, valorizar os próprios caminhos. Para alcançar o destino (propósito) almejado, torna-se essencial obter DIREÇÕES.

Obrigado professores e professoras: vocês compartilham muitas DIREÇÕES ao mundo que vivemos, ao mundo que sentimos, ao mundo que construímos.

Oração dos Professores

Dai-me, Senhor, o dom de ensinar,
Dai-me esta graça que vem do amor.

Mas, antes do ensinar, Senhor,
Dai-me o dom de aprender.

Aprender a ensinar
Aprender o amor de ensinar.

Que o meu ensinar seja simples,
humano e alegre, como o amor.
De aprender sempre.

Que eu persevere mais no aprender do que no ensinar.
Que minha sabedoria ilumine e não apenas brilhe
Que o meu saber não domine ninguém, mas leve à verdade.

Que meus conhecimentos não produzam orgulho,
Mas cresçam e se abasteçam da humildade.

Que minhas palavras não firam e nem sejam dissimuladas,
Mas animem as faces de quem procura a luz.

Que a minha voz nunca assuste,
Mas seja a pregação da esperança.

Que eu aprenda que quem não me entende
Precisa ainda mais de mim,
E que nunca lhe destine a presunção de ser melhor.

Dai-me, Senhor, também a sabedoria do desaprender,
Para que eu possa trazer o novo, a esperança,
E não ser um perpetuador das desilusões.

Dai-me, Senhor, a sabedoria do aprender
Deixai-me ensinar para distribuir a sabedoria do amor.

(Antônio Pedro Schlindwein)

Que o Espírito Santo de Deus acompanhe os nossos profissionais da EDUCAÇÃO!

Sidnei Budke
Pastoral Escolar e Universitária

Busca

Newsletter

Aniversários