X

NOTÍCIA

Aula com egressos que aplicam a ciência para transformar

Publicada em: 19/05/2017 | Assessoria de Comunicação FAHOR

A noite desta quinta-feira rendeu conhecimento aliado à prática de quem já passou pela Faculdade e agora está transformando o mercado de trabalho onde atuam, seja com pesquisa ou aplicações do conhecimento de forma inovadora.

Os estudantes do 1º Semestre de Engenharia Química e de Engenharia de Alimentos da FAHOR foram provocados a dois temas importantes, para quem ainda não decidiu em que setor vai atuar.

A primeira oportunidade trouxe informações que trazem segurança ao consumidor e mostram a importância do profissional engenheiro de alimentos, no quesito segurança alimentar. Ou seja, comprovar a vida útil dos alimentos disponíveis ao consumidor é de muita responsabilidade.

Foi por esse caminho que a engenheira de alimentos, Rosane Terezinha Heck falou sobre Shelf Life (a vida de prateleira). Os testes de Shelf Life são feitos com o objetivo de determinar em quanto tempo o alimento deve ser consumido com segurança, ou seja, antes de causar problema de saúde ou ter seu gosto ou textura alterados. “É uma das atividades mais frequentes do dia a dia desses profissionais, pois analisam em laboratórios, diversos fatores, como as alterações microbiológicas, químicas, físicas, os fatores intrínsecos e extrínsecos envolvidos em todo o processo de produção do alimento até seu consumo”, destacou Rosane, que discute em seu doutorado também a utilização de conservantes naturais como alternativa para a indústria de alimentos.

No segundo momento da noite, com a presença dos professores da disciplina de Introdução a Engenharia, Claudia Verdum Viegas e Marcelo Passos, o mercado cervejeiro foi o tema.
O assunto foi apresentado pelo farmacêutico e mestre cervejeiro, formado pela Escola Superior de Cerveja e Malte de Blumenau(SC), Diôser Bergmann, que atualmente empreende no ramo de cervejas artesanais, na cidade de Gramado(RS).

Ele destacou as diferentes cervejas existentes no Brasil, mostrando os aspectos que caracterizam as cervejas pilsen das artesanais, principalmente, bem como trouxe um panorama deste momento em que ele destaca um boom cervejeiro no Brasil, e aliou seus conhecimentos acadêmicos do Curso, ao tratar da ciência da cerveja.

“Sim, cerveja é muito mais que uma bebida, mais que um alimento. Cerveja é ciência, e é isso que estou propondo no meu empreendimento e compartilho com vocês nesta noite”, destacou Diôser.

Busca

Newsletter

Aniversários